Notícias
07/12/2017 – 16h09 | última atualização em 07/12/2017 – 16h24

"Não há Justiça com o direito de defesa sendo calado", afirma Felipe

Fonte: redação da Tribuna do Advogado
Em um conturbado cenário para a advocacia brasileira, frente às crises política e econômica que assolam o país, comemora-se nesta sexta-feira, dia 8, o Dia da Justiça. A data, que tem o objetivo de homenagear o Poder Judiciário brasileiro e todos os profissionais responsáveis por fazer com que a justiça seja cumprida com imparcialidade, é também, para o presidente da OAB/RJ, Felipe Santa Cruz, uma oportunidade de reflexão.
 
"Não há Justiça com o direito de defesa sendo calado. Mais do que comemorar, devemos nesta data refletir sobre isso, que infelizmente vem se tornando uma prática no Brasil", observa.
 
Diante de episódios de violação de prerrogativas de advogados ao longo do ano, Felipe reiterou que a OAB não aceitará qualquer tentativa de enfraquecimento da missão atribuída à advocacia de exercer o direito de defesa dos cidadãos brasileiros: “Não negociaremos com nossas prerrogativas, garantias do cidadão e da Justiça”.
 
O Dia da Justiça foi criado pela Lei 1.408, de 1951, que decretou o feriado em todo o território nacional. A data é comemorada desde 1940, em referência à Imaculada Conceição, mas a primeira celebração oficial ocorreu em 1950, por iniciativa da Associação dos Magistrados Brasileiros.
PUBLICIDADE
OAB/RJ - Av. Marechal Câmara, 150 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20020-080 - Fones: (21) 2730-6525 / (21) 2272-6150
atendimento@oabrj.org.br - 2012 - OAB/RJ online - Todos os direitos reservados.
Fechar(x)