Margarida Pressburger encontra-se com relator da ONU

 

 

07/11/2207 - A presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ, Margarida Pressburger, encontrou-se hoje (7/11) com o relator especial da ONU sobre execuções arbitrárias, sumárias ou extrajudiciais, Philip Alston, em visita ao Brasil para relatar denúncias de execuções.

 

Durante almoço, depois de uma reunião na PUC com representantes de entidades ligadas à defesa dos direitos humanos, Alston comentou o manifesto assinado pela OAB/RJ, artistas, intelectuais, juízes, desembargadores e ONGs do setor, criticando a política de enfrentamento belicista adotada pelo governo do estado no combate ao crime em comunidades pobres. Segundo Margarida, o observador da ONU disse que pretende, no encontro que terá com o governador Sérgio Cabral, perguntar-lhe quais os resultados positivos, na área de segurança pública, obtidos nessas operações em que já morreram inocentes, como uma criança de 4 anos, além de policiais.

 

Alston recebeu da ONG Justiça Global laudos de peritos da Secretaria especial dos Direitos Humanos da Presidência da República indicando execuções sumárias durante operação da polícia militar no Complexo do Alemão, onde 19 pessoas foram mortas no dia 27 de junho. Margarida relatou-lhe o trabalho que vem sendo desenvolvido pela OAB no Alemão e na Vila Cruzeiro, onde foi instalado um posto avançado para atendimento dos moradores, e convidou-o a visitar as comunidades.