Advogados da União pedem exoneração coletiva em protesto contra saída de procurador

 

 

Da Folha Online

 

22/02/2008 - Cerca de 50 advogados da PGU (Procuradoria-Geral da União) entregaram à AGU (Advocacia-Geral da União) um pedido de exoneração coletiva em protesto pela saída do procurador-geral da União, Luiz Henrique Martins dos Anjos, que perdeu o cargo na terça-feira devido à greve da categoria. O novo procurador-geral da União é Jefferson Carús Guedes.

 

Cerca de 6.000 advogados da União e procuradores da Fazenda Nacional, da Previdência e do Banco Central estão em greve desde o dia 17 de janeiro.

 

Segundo a Anauni (Associação Nacional dos Advogados da União), a categoria está colhendo assinaturas de grevistas para também entregar à AGU um outro pedido de exoneração coletiva. No entanto, esse segundo pedido coletivo só será entregue se o governo não cumprir com um acordo firmado com a categoria em 1º de novembro do ano passado, de um aumento salarial de 25% a partir deste ano até 2009.

 

A associação afirmou que os grevistas querem pressionar o governo a cumprir com o acordo, suspenso depois da extinção da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), que provocou um rombo de R$ 40 bilhões no Orçamento.