Atendendo a uma solicitação da OABRJ, a agência do Banco do Brasil localizada no Tribunal de Justiça abrirá amanhã, dia 20, para facilitar que os colegas recebam os honorários ainda antes do recesso forense. O pedido foi feito levando em consideração que é comum o acúmulo de alvarás judiciais a serem pagos no período que antecede a pausa, o que gera muitas filas e grande movimentação na agência.

No ofício, a Seccional relata que todos os anos os advogados são constrangidos em imensas filas para assegurarem o recebimento dos seus honorários advocatícios, reconhecidos como verba de natureza alimentar. O presidente da OABRJ, Luciano Bandeira, considerou a decisão como importante, tendo em vista que os advogados terão mais tempo para receber os mandados de pagamento podendo, assim, ter um fim de ano mais tranquilo. "A Ordem está atenta às justas demandas da advocacia, considerando, especialmente, a crise econômica que o país atravessa", destacou. 

O tesoureiro da OABRJ e presidente da Comissão de Prerrogativas, Marcello Oliveira, reforçou a importância do atendimento do Banco do Brasil à solicitação da Ordem. Segundo ele, a medida dá um pouco mais de fôlego aos advogados. "Os colegas têm suas responsabilidades, mas, ao mesmo tempo, precisam sacar seus alvarás para fechar suas contas no final do ano", completou. 

O procurador-geral da OABRJ, Alfredo Hilário, destacou que a Ordem vem construindo uma relação muito exitosa com o Tribunal de Justiça e sublinhou a sensibilidade do juiz auxiliar da presidência Marcello Rubioli, que deferiu o pedido da OABRJ. "Ele tem colaborado com a advocacia e compreendido as agruras da nossa classe. As demandas levadas até a presidência através dele vêm sendo prontamente respondidas", disse, ressaltando, também, que com o banco aberto por mais um dia, a advocacia poderá receber seus honorários e passar um Natal mais digno.