A Comissão de Proteção e Defesa dos Animais (CPDA) da OABRJ e o grupo de moradores de Botafogo “Amigos do Parcão da Lauro Muller” assinaram, nesta terça-feira, dia 17, um termo de responsabilidade que normatiza o uso de um espaço exclusivo para cães, um “parcão”, na Praça General Leandro.

Em 2018, o grupo presidido por Reynaldo Velloso também militou em prol da estruturação de um parcão no Leblon, na Praça Cláudio Coutinho. 

O grupo que procurou a CPDA é composto por sete adotantes, representanates de 90 tutores de cães que moram nas redondezas da praça de Botafogo. Além de apoio técnico, os Amigos do Parcão da Lauro Muller buscam respaldo jurídico contra as investidas da Associações de Moradores da Rua Lauro Muller (Alma), que é contrária à criação do parcão e à cessão do terreno pela Prefeitura para esta finalidade.

“O local já é usado pelos cães, vamos regulamentá-lo. Estabelecemos no termo de responsabilidade que não pode entrar fêmea grávida ou animal raivoso e, se houver briga, o dono terá que tirar o animal”, explicou Velloso. "Pedimos à sociedade que também apoie essa iniciativa. O animal é como um filho, merece ser tratado com amor e carinho".