Dando continuidade à participação do Rio de Janeiro na III Conferência Nacional da Mulher Advogada, que está sendo realizada desde esta quinta-feira, dia 5, em Fortaleza, no Ceará, pelo Conselho Federal, a presidente da Comissão OAB Mulher da Seccional, Rebeca Servaes apresentou, na manhã desta sexta, dia 6, o trabalho do grupo, contando sobre as várias ramificações que a pauta feminina tomou na OABRJ nesta gestão.

A proposta do painel, presidido pela membro consultora da Comissão Nacional da Mulher Advogada Cristina Alves Tubino, era que todas as presidentes das comissões de mulher advogada das seccionais falassem sobre a atuação de seus grupos.

“Falei sobre a Diretoria de Mulheres [comandada por Marisa Gaudio], criada na gestão do Luciano Bandeira e que é a primeira do sistema OAB, explicando a diferença entre ela e a comissão. Foi interessante porque as colegas se interessaram muito e pensamos que nosso exemplo pode servir de inspiração para outros estados”, comentou Rebeca, contando sobre a experiência no painel.

Além de explicar sobre a blitz realizada pela Diretoria de Mulheres nos fóruns para checar se os direitos das advogadas estava sendo respeitado, a presidente da OAB Mulher explicou às representantes das outras seccionais sobre os oito grupos de trabalho da comissão, criados para tratar de questões específicas dentro da pauta. Ela também contou sobre os projetos em curso, como a série de eventos “As especialistas”, na qual apenas advogadas mulheres palestram sobre temas relevantes no mundo jurídico, e o OAB Mulher Vai à Escola, realizado pelo GT de Educação Jurídica e que leva noções de direito das mulheres a alunos do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e também de faculdades.

“Queremos com isso que meninos e meninas conheçam desde cedo os direitos das mulheres e saibam identificar os abusos, porque assim conseguimos de fato uma mudança efetiva de conscientização”, explica.

O Encontro das Pretas, projeto do GT Mulheres Negras e a roda de conversa sobre violência de gênero foram outros programas realizados na Seccional citados por Rebeca. “Queremos agora realizar uma segunda edição da Revista eletrônica da OAB Mulher, com a intenção de dar visibilidade à produção acadêmica das mulheres advogadas”.

A Conferência vai até o fim desta sexta-feira e ainda contará com um painel com participação de Marisa Gaudio no painel A mulher no Direito de Família.