Crime sem castigo

 

Da redação das Tribuninhas

17/04/2008 – Até hoje, os acusados pelo assassinato do advogado Rulis de Jesus Fontes, ex-presidente da Subseção de Cabo Frio, não foram julgados. A OAB/Cabo Frio está pedindo a reconsideração da decisão judicial que arquivou o processo. O presidente da Subseção, Eisenhower Dias Mariano, alega que a comissão criada para acompanhar o caso sequer foi ouvida.

Rulis Fontes foi morto há dois anos, nas proximidades da Prefeitura do município. Em carta enviada ao diretor do Departamento de Apoio às Subseções (DAS), Eisenhower pediu a colaboração da Seccional para garantir a continuidade do processo de punição dos culpados.