Com a proposta de abrir para a participação de mais colegas o encontro da comissão OAB Mulher da Seccional com a vice-presidente da União de Mulheres do Município de São Paulo e co-coordenadora do Projeto Promotoras Legais Populares da cidade, Rute Alonso da Silva, foi realizado na manhã desta quinta-feira, 31, evento na sede da OABRJ uma reunião em formato de bate-papo entre advogadas mulheres de várias regiões do Rio de Janeiro.

Na ocasião, a vice-presidente da OAB Mulher, Rebeca Servaes, e a coordenadora do GT Educação Jurídica do grupo, Bianca Reis, apresentaram para Rute Silva a estrutura da Seccional e o trabalho que vem sendo realizado pela comissão e pela Diretoria de Mulheres.

“Quando a gente se junta a gente constrói muita coisa. A gente se fortalece tendo confiança umas nas outras. Isso é tão forte que, historicamente, o estímulo é que a gente não se reúna. Porque sabem da potência que a gente tem de elaboração e de construção, de transformação, quando nos aproximamos. Ter esse espaço dentro da Ordem, ver uma comissão com 150 mulheres, como me passaram que é a de vocês, é muito potente e transformador”, observou Silva.

Em mesa que contou também com a participação da coordenadora da OAB Mulher, Marilha Boldt, foram tratados de temas como a estrutura da saúde no Rio de Janeiro para atendimento da mulher vítima de violência, a situação das Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam) e dos demais órgãos.

“As salas lilás do Instituto Médico Legal, por exemplo, só existem no Centro e em Campo Grande”, contou Rebeca, falando sobre o projeto de um espaço para atendimento especializado e humanizado às mulheres vítimas de violência física e sexual, preparado com uma equipe multidisciplinar com a intenção de ajudar as vítimas a se sentirem mais à vontade para relatar e falar sobre o abuso sofrido”.

Silva, por sua vez, trouxe sua experiência trabalhando com mulheres vítimas de violência na periferia de São Paulo.