A Comissão Especial de Atendimento à Pessoa Idosa (Ceapi) da OABRJ realizou um evento na quinta-feira, dia 27, para falar sobre aspectos juridicos e sociais do envelhecimento. A presidente da Ceapi, Fatima Henriette, abriu o evento, seguida pela diretora de Mulheres e presidente da OAB Mulher, Marisa Gaudio.

Após a apresentação do coral da OABRJ, a doutoranda em Sociologia e Direito pela UFF Rose Ferreira, que estuda envelhecimento populacional, falou sobre o tema. "Por que a nossa sociedade trata  os idosos da forma que trata? Por que a gente ainda não conseguiu recepcionar esse crescente número de pessoas em processo de envelhecimento da maneira adequada?", disse, destacando que no Rio de Janeiro 18% da população tem mais de 60 anos e que a média nacional é de 12%.

Ela destacou que o Estatuto do Idoso estabelece que a obrigação de cuidar das pessoas idosas é do Estado, da sociedade e da família. "A partir disso, temos um número crescente de processos. O idoso vira uma batata quente que ninguém quer segurar. Ninguém está em condições de deixar o próprio conforto, de mudar a logística da casa que arrumou com tanto cuidado para se transformar em outra casa que vai abrigar uma pessoa que não estava inicialmente naquele planejamento familiar. O idoso é problema de quem?", questionou. 

Também participaram do evento a vice-presidente da Ceapi, Cinthia Polliane, e a membro da comissão Monica Ventura.