Juizados dos aeroportos no Rio atenderam mais de 1.500 passageiros em 2007

 

 

Do site do TJ-RJ

 

09/01/2008 - Os Postos Avançados dos Juizados Especiais Cíveis de Conciliação dos aeroportos Antonio Carlos Jobim e Santos Dumont, no Rio, atenderam 1.691 passageiros em 2007. Destes, 298 conseguiram chegar a um acordo com as companhias aéreas nos Juizados, sem a necessidade de ajuizar uma ação judicial. Outros 285 tiveram petições iniciais distribuídas diretamente para os Juizados de suas áreas de domicílio e outros 56 ajuizaram ações em outros estados.

 

Instalados no dia 8 de outubro em solenidade que contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça, José Carlos Murta Ribeiro, e da ministra do STF Ellen Gracie, entre outras autoridades, os Juizados atendem a causas como atraso e cancelamento de vôos, defeito no serviço, overbooking, violação e furto de bagagem, cobrança de multa e remarcação de passagens.

 

A primeira conciliação aconteceu entre a passageira Suzana Maria Miranda Palma e a empresa BRA, no Tom Jobim. O vôo da funcionária do Ministério Público Federal, em Brasília, atrasou cerca de seis horas e a consumidora conseguiu no Juizado a remarcação no primeiro avião da empresa que decolou da cidade.

 

O posto do Aeroporto Antonio Carlos Jobim está localizado no terminal dois de embarque internacional. Já o do Santos Dumont fica no primeiro andar da ala nova do aeroporto.