Mais um tenente da PM é preso por morte de advogado no ES

 

 

Do site do Conselho Federal

 

30/11/07 - Mais um tenente da Polícia Militar de Vitória (ES) foi preso acusado de envolvimento na morte do advogado Geraldo Gomes de Paula, 63 anos. O advogado morreu em decorrência de traumatismo craniano, no último domingo, três dias depois de uma confusão com policiais do Batalhão de Missões Especiais dentro da sede do Departamento de Polícia Judiciária de Vitória (DPJ). A Seccional da OAB do Espírito Santo vem acompanhando de perto todo o caso desde que o advogado sofreu as agressões por parte de membros da PM.

 

O pedido de prisão preventiva foi feito pelo Ministério Público e atendido nesta quinta-feira pela Justiça. O nome do militar não foi divulgado pela Polícia. O oficial não estava trabalhando e apresentou-se à noite. Ele ficará preso no Quartel do Comando-Geral da PM, em Maruípe, Vitória, onde já está o tenente Rafael Bonicen da Silva, 27, preso na segunda-feira.