MEC avaliará semana que vem respostas dos cursos de Direito

 

 

Do site do Conselho Federal

 

08/10/2007 - O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse hoje (08) durante coletiva na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), com quem se reuniu, que a partir da próxima semana a Secretaria de Educação Superior montará um grupo de especialistas para analisar as respostas recebidas das 89 faculdades de Direito que estão sendo investigadas pelo MEC por revelarem desempenho abaixo do esperado em seus cursos. Ele afirmou esperar que até a próxima semana o MEC receba as respostas de todas as faculdades, notificadas a partir do último dia 26 e convocadas a justificar e indicar providências para os baixos resultados obtidos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD) do Ministério.

 

A partir dos resultados das respostas obtidas, o ministro disse que a Secretaria de Educação Superior do MEC deve também encaminhar equipes supervisoras às faculdades, "se não estivermos satisfeitos com as providências que essas instituições pretendem tomar voluntariamente". Ele exemplificou: "Se a instituição faz o diagnóstico de que seu problema é falta de professor titular ou falta de professor em regime de tempo integral, nós esperamos que ela tome providências imediatas para suprir essas deficiências; se o problema é ligado ao enorme número de vagas oferecidas a cada processo seletivo, esperamos que tome providências no sentido de reduzi-lo; se o problema é de poucos volumes e de uma biblioteca pequena para grande número de estudantes, esperamos que corrija".

 

Conforme o ministro da Educação, o governo confiará na capacidade das faculdades de resolver os próprios problemas que elas diagnosticarem. "Esperamos que esses cursos façam uma readequação para preservar o direito dos estudantes", observou.