OAB Mulher lamenta falecimento de Heloneida Studart

 

 

Da Tribuna do Advogado

 

03/12/2007 - A Comissão OAB Mulher divulgou nota hoje lamentando a morte da ex-deputada estadual Heloneida Studart (PT) que morreu na manhã desta segunda-feira, de parada cardíaca, no Rio de Janeiro. Segundo familiares, Heloneida, havia sido submetida a uma cirurgia no coração há seis dias.

 

Jornalista, escritora e política, Heloneida exerceu sete mandatos na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), dedicando-se primordialmente à luta pelos direitos da mulher. Durante a Assembléia Constituinte, Heloneida participou do chamado "lobby do batom", para inclusão de direitos trabalhistas específicos para mulheres, como a licença-maternidade de 120 dias. Este ano, a ex-deputada foi nomeada diretora do Centro Cultural e do Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio de Janeiro Jornalista Roberto Marinho, da Alerj.

 

 

Abaixo a nota diculgada pela Comissão OAB Mulher:

 

"A Comissão OAB Mulher da OAB/RJ manifesta seu profundo pesar pelo falecimento de Heloneida Studart, uma grande perda para o movimento feminista. Seu exemplo de vida e sua incansável luta na defesa dos direitos das mulheres permanecerão nas obras que realizou e em nossas melhores lembranças".