A Comissão de Prerrogativas da subseção de Macaé reuniu-se com a gerência do Banco Bradesco da agência da região para pleitear que a advocacia local possa realizar o pagamento da Grerj de forma mais facilitada, principalmente diante da pandemia da Covid-19, que ainda exige medidas de isolamento social. 

Segundo o presidente da comissão regional, Márcio Jerônimo, a 15ª Subseção estava recebendo muitos relatos de colegas reclamando que a guia só podia ser paga pessoalmente na agência bancária, em seu horário regular de funcionamento. 

Na reunião, porém, o representante do banco informou a Jerônimo que a Grerj também pode ser quitado nos caixas eletrônicos do Bradesco, sem a necessidade de entrada no banco, e que não era necessário, para isso, ser correntista - as máquinas aceitariam cartões magnéticos de qualquer outro banco para este pagamento. 

Jerônimo foi informado, ainda, de que a guia pode ser paga nos caixas existentes no comércio local que possuem convênio com o Bradesco. “É o caso das lojas Casas Bahias, por exemplo. Este é mais um grande facilitador”, comemora. 

O presidente da OAB/Macaé, Fabiano Paschoal, ressalta que “esta é uma importante solução para os advogados e advogadas que não são correntistas no Bradesco. É um diálogo da nossa Comissão de Prerrogativas que resultou em uma medida de extrema relevância para os colegas não só de Macaé, mas também de Conceição de Macabu, Carapebus e Quissamã, enquanto não normalizado o atendimento do banco diante da pandemia”.