OAB/RJ destaca atuação de Pertence como juiz e advogado

                        

Do site do Conselho Federal

 

16/08/2007 - O presidente da Seccional do Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Wadih Damous, disse hoje (16), ao comentar o pedido antecipado de aposentadoria do ministro Sepúlveda Pertence, do Supremo Tribunal Federal (STF), que "cultura jurídica, sensibilidade social, destemor e cordialidade são predicados que não costumam se reunir numa só pessoa". Para Damous, diante da "irreparável perda para a magistratura e advocacia", só nos resta torcer para que a vaga aberta seja ocupada por um nome do Rio de Janeiro e, se possível, com o perfil do decano do Supremo. E concluiu o presidente da OAB/RJ: "São poucos os homens públicos brasileiros de quem se pode dizer que prestaram um bom serviço à Nação. Pertence é um desses poucos".