OAB/RJ divulga nota lamentando assassinato de policiais no Morro do Andaraí

 

 

08/11/2007 - O presidente da OAB/RJ, Wadih Damous, divulgou nota nesta quinta-feira na qual lamenta o covarde assassinato de dois policiais, ocorrido pela manhã, no complexo do Andaraí, na Zona Norte do Rio.

 

Os dois policiais militares foram mortos a tiros em uma cabine da corporação, surpreendidos logo após a troca de turno. Segundo informações da PM, os criminosos que participaram do ataque estavam divididos em dois grupos.

 

Confira a nota oficial divulgada pela OAB/RJ:

 

"A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Estado do Rio de Janeiro (OAB/RJ), lamenta profundamente o covarde assassinato do sargento Marco Aurélio Alves e do soldado Leonardo Petersen de Freitas, ocorrido na manhã desta quinta-feira, quando os dois policiais militares chegavam a uma cabine de policiamento comunitário na entrada do Morro do Andaraí.

 

A OAB/RJ espera que os autores do crime sejam identificados, presos e condenados, em conformidade com a legislação vigente.

 

A OAB/RJ solidariza-se com as famílias dos policiais assassinados e informa que vai procurá-las para expressar seus sentimentos, oferecer-lhes a assistência jurídica que julguem conveniente e pôr à sua disposição a Comissão de Direitos Humanos da Ordem".

 

Rio, 8 de novembro de 2007

Wadih Damous - presidente da OAB/RJ