Os presidentes da Seccional, Luciano Bandeira, e do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1), José da Fonseca Martins Junior, assinaram um convênio de colaboração para a digitalização de processos de segunda instância que precisam ser remetidos ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) para julgamento de recursos de revista e agravos de instrumento. O acordo foi firmado durante o X Encontro de Diretores de Secretaria de Vara do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro, realizado em Búzios, na noite desta quarta-feira, dia 27.

A iniciativa se junta a outras ações da Ordem no sentido de valorizar a Justiça do Trabalho e de minorar os prejuízos dos advogados com a morosidade do Poder Judiciário. Atualmente, há mais de 30 mil processos paralisados pendentes de digitalização para serem enviados ao TST. “A OABRJ está ao lado do advogado trabalhista e compreende o atual cenário de cortes enfrentado pela Justiça do Trabalho. Tenho a certeza de que vamos atravessar esse momento ruim, queremos apoiar o TRT-1 com esse convênio e contribuir com a entrega definitiva da jurisdição”, afirmou Luciano.

O acordo, que tem validade de 12 meses a partir de 1º de dezembro, prevê a digitalização de 350 mil páginas por mês, totalizando 4 milhões e 200 mil ao final do convênio. O trabalho será realizado por uma empresa especializada, contratada pela Ordem, nas dependências do TRT-1, que cederá espaço com infraestrutura elétrica, cabeamento de rede, iluminação e mobiliário.

O desembargador José da Fonseca Martins Junior ressaltou a importância do trabalho conjunto entre a advocacia e o Poder Judiciário “Buscamos manter um trabalho de integração com a Ordem e percebemos essa reciprocidade”.

Essa parceria é mais uma iniciativa da Seccional para beneficiar colegas que sofrem com os gargalos da Justiça e ajuda a consolidar o compromisso desta gestão da OABRJ com a celeridade processual e a valorização da advocacia.