A OABRJ, por meio da Diretoria de Inclusão Digital e Inovação, ganhou uma vaga no Comitê Gestor do Processo Judicial Eletrônico no TJ. A diretora Maria Luciana Pereira de Souza representará a Seccional no grupo. A portaria assinada pelo presidente daquele tribunal, desembargador Claudio de Mello Tavares, foi publicada na última sexta-feira, dia 7. 

Souza, que acompanha o movimento de digitalização da vida forense nos diversos tribunais do estado há oito anos, saudou a iniciativa do TJ de abrir a via do diálogo na implantação do sistema.

“O assento permanente no comitê gestor dado à OABRJ faz jus ao fato de a advocacia abarcar o maior número de usuários externos que o sistema terá. Já ultrapassamos a marca de 140 mil advogados ativos no Rio de Janeiro. O cotidiano deles será o mais afetado por essa ferramenta. Precisamos participar do projeto de desenvolvimento, implantação e avaliação", disse.