Devido à grande instabilidade do Processo Judicial eletrônico (PJe) da Justiça do Trabalho, que tem impedido até os técnicos das centrais de peticionamento da OAB/RJ de acessar o sistema, a Seccional encaminhou ofício, na tarde desta segunda-feira, dia 18, ao Comitê Gestor do PJe-JT na 1ª Região solicitando a suspensão de prazos.
 
"Neste momento, existem 30 advogados aguardando atendimento na Seccional. E não se consegue finalizar o atendimento devido à instabilidade crônica do sistema", diz o texto assinado pela presidente da Comissão de Direito e Tecnologia da Informação da OAB/RJ e Diretora de Inclusão Digital.
 
Vale lembrar que ato publicado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região sexta-feira, dia 15, suspendeu prazos e expedientes destas segunda e terça-feiras nas 23 varas - da 48ª a 70ª - que vão receber o PJe.