Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ repudia declarações de presidente da Eletrobrás

 

 

Do Jornal O Globo

 

11/10/2007 - A realização da 12ª Parada do Orgulho GLBT, domingo, em Copacabana, está causando polêmica. Ontem, a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Rio de Janeiro, divulgou nota de repúdio às declarações do presidente da Eletrobrás, Valter Cardeal, sobre o apoio financeiro da empresa ao evento. Cardeal, porém, negou que tenha discriminado os homossexuais. Segundo a nota, assinada pela presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ, Margarida Pressburger, não se pode permitir que um dirigente "exponha o seu preconceito, a sua intolerância e o seu desrespeito, ferindo a dignidade humana". Segundo declarações na imprensa, Cardeal teria dito que o evento era "coisa de prostitutos".

 

Em telefonema no início da noite ao presidente do Grupo Arco-íris, Claudio Nascimento, o presidente da Eletrobrás negou que tenha feito declarações preconceituosas. "Cabe a todos nós, e em especial ao governo, combater o desrespeito e a intolerância", disse Cardeal.

 

Para a realização da parada, haverá mudança no trânsito. O evento será na Avenida Atlântica, na pista junto à praia. A concentração, às 13h, será no Posto Seis e o desfile segue, às 15h, em direção ao Posto Dois. Haverá um show em um palco montado na Praia de Copacabana, na direção da Rua Siqueira Campos, das 20h às 22h.

 

Por causa do evento, a área de lazer de Copacabana e a pista reversível junto aos prédios terão seus horários estendidos. Os ônibus fretados para o evento deverão estacionar junto ao Tele porto, onde o público vai utilizar os meios de transporte modais para se deslocar até Copacabana. Será proibido o estacionamento de ônibus nas avenidas Atlântica e Vieira Souto bem como nas demais vias de Ipanema, Copacabana e Leme.

 

 

Túneis e elevados serão interditados

 

O Túnel São Conrado, o Elevado das Bandeiras, o Túnel do Joá e a Ponte da Joatinga estarão fechados ao tráfego, no sentido São Conrado-Barra, a partir do primeiro minuto de amanhã até 5h de terça-feira. O motivo é a realização de obras de recuperação estrutural na Auto-Estrada Lagoa-Barra. O tráfego de São Conrado para a Barra será desviado pela Estrada do Joá, que terá mão única.