A OABRJ, por meio da vice-presidente, Ana Tereza Basílio, reuniu, no último dia 30, 17 mulheres vice-presidentes de seccionais da Ordem em uma live para falar sobre os direitos das mulheres e a violência doméstica. A discussão  foi promovida no canal de Ana Tereza no YouTube. Três subtemas fizeram parte da pauta do encontro: a mulher e o poder político, abordando a maior participação no sistema OAB;  a garantia dos direitos e acesso à Justiça; e o progresso das mulheres no enfrentamento da violência doméstica.

Ana Tereza Basílio, ao falar sobre a relevância dos temas propostos para o encontro, ressaltou que as advogadas já são maioria dos inscritos em alguns estados e que, desse modo, precisam ter maior participação.

"Hoje, no Brasil, nós temos 49,98% da advocacia de mulheres. No Rio de Janeiro,  por exemplo, nós temos 52% de mulheres entre os advogados inscritos. São Paulo e outras capitais também já estão caminhando para este número expressivo de mulheres na advocacia e na representação da classe. Nós precisamos estar representadas, porque nós somos a grande parte da advocacia", afirmou.

Participaram da discussão as vice-presidentes das seccionais do Pará, Cristina Lourenço; do Distrito Federal, Cristiane Damasceno; de Roraima, Clarisse Vencato; do Amazonas, Grace Benayon; do Ceará, Ana Feitosa; do Piauí, Aline Santos; do Tocatins, Janay Garcia;  de Pernambuco, Ingrid Zanella; do Espírito Santo, Anabela Galvão; do Sergipe, Ana Lúcia Aguiar; da Bahia, Ana Patricia Leão; do Rio Grande do Norte, Rossana Fonseca; de Minas Gerais, Helena Denamonica; do Mato Grosso, Gisela Cardoso; de Rondônia, Solange da Silva; do Paraná, Marilena Winter; e do Amapá, Patricia Barbosa. Devido a questões de saúde, a vice-presidente do Acre, Marina Belandi, não pôde participar da live.

A discussão completa está disponível no YouTube e pode ser acessada clicando aqui.