Presidente da Subseção de Teresópolis de 2001 a 2006, Sidley Fernandes Pereira faleceu neste domingo, dia 7, aos 65 anos, decorrente de uma parada cardíaca. Ele estava internado há três semanas por conta de complicações da Covid-19. A OABRJ expressa profundo pesar e presta solidariedade aos familiares e amigos.

Sidley iniciou na advocacia no final da década de 1970 e sempre foi atuante dentro da subseção. Presidiu comissões e exerceu um mandato de vice-presidente antes de chegar à Presidência da OAB de Teresópolis, cargo que ocupou por dois mandatos consecutivos. 

Advogado de renome na cidade, foi secretário municipal, sub-procurador e procurador de alguns municípios da região, como Teresópolis, Magé e Guapimirim, por onde deixou legado de grande trabalho e inúmeros amigos. 

Sidley Pereira ao lado de Rodrigo Ferreira e do ex-presidente da OAB/Teresópolis Jefferson Soares

Atual presidente da Ordem em Teresópolis, Rodrigo Ferreira, ainda muito abalado com a notícia, lamenta profundamente a morte do amigo, responsável por iniciá-lo no trabalho dentro da OAB: "Sidley foi minha primeira referência de dirigente de Ordem. Ainda no início da minha carreira, fui convidado por ele a participar de comissões dentro da subseção e recebi o seu apoio em todos os momentos, inclusive com orientações por conta de sua vasta experiência".

"Ele era uma pessoa fraterna, serena, mas de combatividade inigualável no exercício da advocacia e na atuação institucional. Além de forjar sucessores, membros das comissões e lideranças, pelo seu escritório também passaram inúmeros estagiários que hoje são advogados de destaque em todo o país", ressalta Ferreira. 


Sidley Pereira Fernandes deixa esposa, uma filha, um neto e uma neta - estudante de Direito e que já acompanhava os passos do avô nas lutas diárias. Por conta da Covid-19 não houve velório. O sepultamento foi realizado no Cemitério Carlinda Berlim, em Teresópolis.

A OAB de Teresópolis decretou luto de uma semana em homenagem ao ex-presidente.