Pertence: 'volto à advocacia fiel a valores éticos desde a juventude' 

 

 

Do site do Conselho Federal

 

03/09/2007 - O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), José Paulo Sepúlveda Pertence, foi homenageado hoje (03) em sessão especial e conjunta do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e da Seccional da OAB do Distrito Federal, durante a qual recebeu a carteira da entidade (OAB/DF 578) que marca o seu retorno à advocacia. Na solenidade dirigida pelo presidente nacional da OAB, Cezar Britto, e pela presidente da OAB-DF, Estefânia Viveiros, Pertence foi saudado pelo jurista e medalha Rui Barbosa do Conselho Federal da entidade, Fábio Konder Comparato, e aplaudido por diversos ministros do STF e dos Tribunais Superiores, além de desembargadores, conselheiros federais, membros honorários vitalícios e presidentes de diversas seccionais da OAB. "Orgulha-me, realmente, voltar à advocacia com a sensação de não ter traído os valores da juventude", afirmou Pertence em agradecimento.

 

Após prestar o juramento previsto no Estatuto da Advocacia, Sepúlveda Pertence lembrou sua trajetória desde os tempos da militância estudantil, antes de iniciar a carreira como advogado criminalista e assistente do ministro Evandro Lins e Silva, até a tribuna do STF, onde chegou a ser presidente, passando pelo Ministério Público como procurador-geral da República (1985-89) no governo José Sarney. "Recebi certa vez a admoestação pública de um importante político, de que eu me convencesse que não era mais o presidente da UNE, mas o presidente do Supremo Tribunal Federal. Repliquei: o comum é cobrar-se do homem público envelhecido, a infidelidade aos valores da sua juventude", contou ele em sua fala.

 

"Envaidecia-me, pois, ser criticado por ser fiel aos mesmos valores, às mesmas aspirações que me guiaram sempre, na universidade, na advocacia, no Ministério Pújblico e na judicatura", destacou Pertence. "Sou grato, assim, ao agressor daquela hora: pelo testemunho que dava dessa fidelidade ao longo de toda vida, fruto das lições básicas de ética e dignidade que recebi de meus saudosos pais e que aprofundei na intensa militância no movimento estudantil; com eles aportei em Brasília, então recém-inaugurada, para a aventura de uma advocacia sem limites".

 

Além da diretoria e do pleno de conselheiros federais da OAB e dirigentes da OAB-DF, participaram da homenagem a Sepúlveda Pertence, na sede do Conselho, os ministros do STF Carlos Ayres Britto, Carlos Alberto Direito e Maurício Corrêa (aposentado); o ministro do Superior Tribunal de Justiça Humberto Martins, a ministra do Tribunal Superior do Trabalho Maria Cristina Peduzzi e o ex-procurador-geral da República, Aristides Junqueira. Presentes à cerimônia também os ex-presidentes e membros honorários vitalícios da OAB Nacional Mário Sérgio Duarte Garcia, Reginaldo Oscar de Castro e Roberto Busato, além dos presidentes das Seccionais da OAB do Ceará, Hélio Leitão; de Goiás, Miguel Cançado; do Rio de Janeiro, Wadih Damous; de Pernambuco, Jayme Asfora; da Paraíba, José Mário Porto Junior, e de Rondônia, Hélio Vieira da Costa.