A Presidência do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho informa que já foi restabelecida a consulta à base de dados de CPF e CNPJ da Receita Federal do Brasil, utilizada pelo PJe-JT para cadastramento das partes - quando do ajuizamento de novas ações (petições iniciais) - e de novos advogados.
 
No dia 10 de janeiro o sistema apresentou indisponibilidade temporária ou intermitente do serviço prestado por empresa estranha ao Poder Judiciário (Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro) e a referida e ocasional dificuldade não afetou as demais funcionalidades do PJe-JT, que sempre estiveram e estão totalmente disponíveis aos usuários, a exemplo do protocolo de petições intermediárias, consulta a intimações e a processos, realização de audiências e prática dos demais atos processuais, que não dependem do acesso à aludida base de dados.