UFRJ é a melhor do Rio no Exame da Ordem

 

 

Do Jornal O Globo

 

04/03/2008 - A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) informou ontem que 189 faculdades de direito tiveram menos da metade de seus bacharéis aprovados na primeira fase do Exame da Ordem, teste obrigatório para os profissionais que pretendem advogar. Elas representam 78% das 241 instituições de ensino com candidatos inscritos em 22 estados e no Distrito Federal. Em primeiro lugar ficou a Universidade Estadual de Feira de Santana, na Bahia: dos 24 que fizeram a prova, 22 passaram para a segunda fase (91,67%). A segunda colocada foi outra instituição baiana, a Universidade Federal da Bahia, com 88,7%.

 

No Rio, o melhor desempenho foi o da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na 16ª posição, com 71,05%. Em último lugar, aparece a Faculdade Afirmativo, de Mato Grosso, que não teve nenhum bacharel aprovado: os 28 foram reprovados. A Faculdade de Ciências Jurídicas, no Rio, ficou em penúltimo: somente 5,88% dos candidatos tiveram êxito - apenas quatro de 68 bacharéis.

 

"Instituições sem qualidade não podem continuar pregando esse conto-do-vigário no cidadão que freqüenta os cursos de direito acreditando na ascensão social", disse o presidente nacional da OAB, Cezar Brito.

 

Segundo ele, o fato de uma universidade estadual no interior da Bahia liderar o ranking revela que há ensino de boa qualidade em todas as regiões: "O Exame não é duro. Oito instituições, inclusive uma no interior da Bahia, tiveram aprovação acima de 80%. O grande problema é que temos faculdades despreparadas".

  

A primeira fase do Exame da OAB consiste num teste de múltipla escolha, com cem questões. No próximo dia 9, os aprovados farão a segunda prova, que tem questões dissertativas.

 

O Exame unificado é realizado na mesma data e contém as mesmas perguntas nos 22 estados e no DF. Pela primeira vez, o Rio participou de uma edição unificada. Apenas 29,9% dos participantes passaram para a segunda fase.