Wadih rebate argumento de deputado sobre fim de Exame de Ordem

 

 

Do Jornal Extra

 

07/04/2008 - O deputado federal Carlos Santana se juntou ao colega Jair Bolsonaro na defesa do fim do exame da OAB, exigência da lei para que os bacharéis exerçam a advocacia. Para ele, "se a abundância de profissionais garante mais eficiência no setor, então que tenhamos cem milhões de advogados".

 

O presidente da OAB no Rio, Wadih Damous, respondeu, de bate-pronto: "Pelo visto, o deputado confunde quantidade com qualidade. Acontece que os profissionais despreparados, no parlamento ou na advocacia, podem causar sérios prejuízos à vida dos cidadãos".