Formulário de busca

03/08/2018 - 21:04

Casa do Advogado é aberta com muitos serviços e conforto para os colegas

Espaço, que ganhou o nome de Paulo Saboya, conta com três escritórios compartilhados, Central de Atendimento e sala da comissão de prerrogativas
 
 “A resposta que nós damos àqueles do Judiciário que tentam nos diminuir, nos humilhar com salas mesquinhas e em más condições é esta Casa do Advogado Paulo Saboya, porque não dependemos deles nem de ninguém, a não ser da advocacia”, afirmou o presidente da OAB/RJ, Wadih Damous, ao inaugurar, no último dia 29, as amplas instalações no casarão número 26 da Rua do Rezende, com diversos serviços e equipamentos modernos para apoiar os que militam na Justiça do Trabalho. “Quase uma mini-OAB”, como definiu Wadih, falando para cerca de cem colegas que o aplaudiram quando lembrou Saboya como “fundador do movimento pela dignidade da advocacia” e mencionou o momento de dificuldades no relacionamento com o Judiciário. “Esta casa não poderia ter outro nome”, afirmou.

Ao lado de Wadih, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Rio de Janeiro (Caarj) e diretor do Departamento de Apoio às Subseções, Felipe Santa Cruz, disse que o mais novo espaço da Ordem, destinado também aos profissionais das subseções, deu “muito trabalho”, desde a ideia de oferecer um local melhor do que a área “inaceitável” cedida pelo Tribunal Regional do Trabalho em seu prédio até o término das obras de restauração e adaptação do imóvel. “Mas conseguimos. Somos um grupo unido que desde o início trabalha para recuperar a dignidade da advocacia, e este é mais um retorno em serviços da anuidade paga pelos colegas”, afirmou Felipe.

O conselheiro federal Marcus Vinicius Cordeiro ressaltou os resultados em prol dos advogados obtidos pela atual gestão e disse esperar que a Casa seja utilizada também como um centro de debates e ideias acerca de melhorias na Justiça trabalhista. Elogiando a escolha de Paulo Saboya (falecido em 2009, quando presidia o Instituto dos Advogados Brasileiros) para dar nome ao espaço, Marcus lembrou a liderança exercida por ele – representado pela filha Tatiana, conselheira seccional – no sentido de levar a Ordem a compromissar-se com o resgate da dignidade da advocacia e com a defesa dos direitos da cidadania e da democracia. Ele aproveitou para exortar os colegas a participarem da campanha pelas eleições diretas para o Conselho Federal. “Somos uma casa de ferreiros com espeto de pau”, vamos nos organizar para defender o voto direto.”

O presidente da Comissão de Justiça do Trabalho da Seccional, Ricardo Menezes, destacou o conforto agora desfrutado pelos advogados trabalhistas, tendo à sua disposição todos os serviços necessários para agilizar suas tarefas com mais conforto, “minimizando o desgaste com os deslocamentos” pela proximidade do tribunal.

A Casa do Advogado conta com uma central digital com 19 computadores com acesso sem fio à internet e um funcionário da OAB/RJ especializado em peticionamento eletrônico, preparado para tirar dúvidas sobre o processo digital. Lá também funciona um posto fixo de certificação. No mezanino, mesas e cadeiras dispostos para advogados que queiram aguardar ali suas audiências, além de um amplo terraço. Há três escritórios compartilhados, sendo um projetado para atender pessoas com deficiência, uma sala de atendimento da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (Cdap) e uma Central de Atendimento ao Público, onde os advogados poderão dar entrada em petições, tirar certidões da OAB e esclarecer dúvidas sobre processos. O espaço é coordenado pelo chefe do DAS, Walter Godoy.

Compareceram à cerimônia os presidentes e representantes das subseções da Barra da Tijuca, de Nova Iguaçu, de Duque de Caxias, Bangu, Méier, Mendes, Vassouras, Magé, Pavuna, Cordeiro, Macaé, Teresópolis, Belford Roxo e Queimados.