Formulário de busca

12/03/2018 - 13:15

Advogados de Petrópolis têm internet dez vezes mais rápida no fórum local

 Uma das principais dificuldades enfrentadas pela advocacia de Petrópolis nos últimos tempos, a internet disponibilizada na sala destinada aos colegas no fórum local teve sua veolcidade aumentada em dez vezes após demanda da Ordem junto à diretoria do Tribunal de Justiça. O presidente da subseção local, Marcelo Schaefer, comemorou o fim dos entraves aos aprimoramentos e destacou a importância que a medida tem para a advocacia da região. “Não tínhamos uma internet compatível com o peticionamento eletrônico e dependíamos de um aval para realizarmos as obras necessárias. Com o apoio da Seccional, nos reunimos com juízes e conseguimos uma necessária vitória para os colegas”, disse.

O encontro a que se refere o presidente da subseção foi realizado no fim de 2017 com o juiz-auxiliar da presidência do TJ Marcello Rubioli. Na ocasião, Schaefer e o tesoureiro da Seccional e presidente da Comissão de Prerrogativas, Luciano Bandeira, explicaram ao magistrado que a velocidade máxima de internet que a empresa Oi, prestadora do serviço a todo o fórum, disponibilizava na região era de 1 mega, sem possibilidade de ser aumentada por falta de cobertura na área. Como solução, a Ordem propôs a contratação de outro serviço, por fibra ótica, que aumentaria a velocidade para 10 mega, mas dependeria da realização de uma obra. “Foram duas reformas, uma de passagem dos cabos pelo chão e outra para perfurar a laje do prédio. Demoramos muito para conseguir a segunda, que dependia de um aval técnico do TJ, mas após a reunião com o juiz Rubioli, quando apresentamos nossas necessidades, conseguimos resolver. Os advogados de Petrópolis já estão podendo exercer plenamente a profissão”, detalhou.

 Para Luciano, a resolução do problema faz parte da defesa das prerrogativas da advocacia. “Com o processo eletrônico, o acesso à internet representa o acesso à Justiça, sendo fundamental para preservar os direitos dos advogados e dos cidadãos”, afirmou.