Uma insegurança comum aos colegas, principalmente aos novos advogados e advogadas, é a hora da sustentação oral. Aquela parte do processo na qual a classe apresenta seus argumentos perante o magistrado se tornou, para muitos, um grande temor, seja por timidez, seja por não saber ainda muito bem como se portar frente ao juiz ou até mesmo como resumir sua defesa em 15 minutos de fala. Pensando nisso, o Projeto de Mentoria Jurídica da OABRJ realizou na tarde desta sexta-feira, dia 5, seu primeiro simulado de sustentação oral, no qual três colegas tiveram a oportunidade única de treinar essa prática com uma câmara formada por grandes nomes do Judiciário fluminense.

Para uma fictícia 100ª Câmara do Tribunal de Justiça, composta pelos desembargadores André Fontes (do Tribunal Regional Federal - TRF2), que presidiu a sessão secretariado pela coordenadora do projeto, Thais Fontes; Simone Schreiber (TRF2); Agostinho Teixeira (do Tribunal de Justiça - TJRJ); e Marco Aurélio Bezerra de Melo (TJRJ); tendo o advogado criminalista Marcos Crissiúma fazendo o papel do Ministério Público; e o procurador-geral da OABRJ, Alfredo Hilário, da Defensoria Pública; três mentorados, que foram sorteados, puderam fazer sustentações em suas áreas de atuação, recebendo dicas e feedbacks.

"Nosso objetivo é desmitificar a sustentação oral, mostrar que ela não é nada de tão complexa para ser tão temida pela advocacia", afirmou a vice-presidente da Ordem, Ana Tereza Basílio, que coordena o Advoga, programa do qual o Projeto de Mentoria Jurídica da OABRJ faz parte. "É uma oportunidade maravilhosa, porque estamos aqui com uma super Câmara, uma Câmara imaginária, mas formada por desembargadores que são exemplos para a advocacia de consistência, de apoio, de respeito ao contraditório".

Os participantes da primeira edição do simulado foram Heloisa Brum, Túlio Aguiar Marques e Gláucio Quara, que sustentaram em processos da área criminal, de Locações e em uma ação civil pública. O tempo para sustentação de cada um era de 10 minutos. "Nós reduzimos em cinco minutos o tempo regular porque também queremos lembrar que uma sustentação mais objetiva e sintética é sempre mais eficiente", ponderou Basílio.

O simulado está disponível na íntegra no canal da OABRJ no YouTube para que os colegas possam assistir na hora que quiserem.

Projeto de Mentoria

Inaugurado em 2019, o Projeto de Mentoria Jurídica estimula a colaboração profissional e a troca de experiência entre colegas, abrindo a possibilidade para advogados mais experientes em cada área do Direito, com uma trajetória reconhecida pela Ordem, atuarem como mentores de até três colegas que requisitarem orientação, indicando material de estudo, aconselhando e transmitindo seu conhecimento.

Nesses quase dois anos de existência, o projeto, além de ter criado histórias e vínculos particulares, fechou parcerias com instituições respeitadas na área e rendeu frutos, como uma cartilha com dicas e uma edição especial da Revista eletrônica da OABRJ com artigos dos mentorados.